Share this post on social media
Background Image
  • Home
  • Blog
  • O que representa a acidez de um azeite extra virgem?

O que representa a acidez de um azeite extra virgem?

2021-05-10

Saiba o que representa a acidez de um azeite virgem extra e escolha o melhor.

As muitas opções de azeite de oliva existentes podem te deixar confuso no momento da escolha, até porque cada um deles possuem características específicas. O que poucos sabem é que o azeite de oliva extra virgem é uma excelente opção do produto por possuir um sabor diferenciado e oferecer grandes benefícios à saúde.

É comum que ao pensar em comprar um azeite, um dos primeiros critérios para se levar em conta é a acidez. Mas você sabe realmente o que ela significa?

O nível inicial de acidez de um azeite é zero e esse grau de acidez se refere a quantidade de ácidos graxos contidos nele, ou seja, durante o processo de produção desse óleo, os ácidos graxos são liberados, o que vai aumentando o nível de acidez. E esse índice pode acabar interferindo diretamente na qualidade do produto.

Quanto menor for o nível de acidez, você saberá que maior foi o cuidado desde o manejo das azeitonas até o engarrafamento e armazenamento do produto, e isso, consequentemente, significa que melhor será a sua qualidade

O que é um azeite extra virgem?

Para ser considerado extra virgem, um azeite de oliva precisa apresentar obrigatoriamente uma acidez igual ou menor a 0,8%.

Com azeitonas colhidas diretamente das árvores da Espanha, o azeite extra virgem La Española é 100% natural e possui frescor que permanece durante todo o processo até a sua mesa, com sabor e aromas intensos.

Seja para cozinhar ou mesmo temperar uma salada, esse ingrediente é muito versátil, ajuda a compor diversos pratos e ainda é considerado uma versão muito saudável do produto para o organismo com propriedades anti-inflamatórias e muitos benefícios, podendo combater diversas doenças.  

Diferente da acidez de algumas bebidas alcóolicas e do café, por exemplo, que sentimos diretamente no paladar, no azeite essa sensação é bem imperceptível e a acidez só pode ser medida em um laboratório específico através de uma análise química, então fique atento aos rótulos. 

Como os azeites são classificados?

Como citado anteriormente, todas as opções disponíveis de azeite têm como base a azeitona e os diferentes tipos de óleos produzidos através desses meios mecânicos se diferem pela quantidade de etapas de refinamento que as azeitonas passam. Esse é o processo que altera a acidez do produto e define sobre qual tipo de azeite estamos falando, e de acordo com o índice de acidez, existe uma classificação para cada tipo de azeite.

  • Azeites extra virgens: acidez igual ou inferior a 0,8% – como o La Española. 
  • Azeites virgens: acidez igual ou inferior a 2%.

Agora que você já sabe o que significa a acidez do azeite e o que ela representa, poderá escolher a melhor opção com muito mais segurança e facilidade. E para não te deixar com nenhuma dúvida no momento da compra, podemos garantir que o La Española é a melhor opção e possui acidez menor que 0,5%, garantindo a melhor qualidade e sabor do produto.

Para saladas, base para molhos ou até mesmo dar um sabor extra em sopas e finalizar pratos, o sabor requintado do azeite extra virgem é a melhor escolha com notas frutadas e levemente apimentadas. Já para assar e grelhar alimentos em alta temperatura, o azeite Tipo Único oferece um alto ponto de defumação que o torna indispensável. 

Não deixe de experimentar e tirar a prova disso utilizando nas suas receitas.

Gostou desse conteúdo? Então não deixe de conferir os outros posts do blog e ficar por dentro dos assuntos que já abordamos e ainda vamos abordar por aqui.